Maragojipe canta seus filhos

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

O Carnaval que Deus abençoou

Por Márcio Reis

A festa abençoada por Deus não tem nada a ver com a festa atual dos ricos. O carnaval em sua essência, era a festa do povo, a festa que a família participava sem nenhum receio, festa essa abençoada pelo Pai Celestial, que foi massacrada pelas festas simultâneas dos ricos que espoliaram o nome da festa do povo – já que o nome carnaval tinha e tem peso – e seguem suas folias com o nosso produto. Esse falso, hipócrita, racista "carnaval" que tanto mexe com a maioria das pessoas pobres de espírito, nunca foi abençoado por Deus!

Infelizmente as pessoas desconhecem e desinteressam saber a história do carnaval, principalmente, os dos quase esquecidos inventores do trio elétrico (Dodô e Osmar). Por essa e outras que o mundo está do jeito que “tá”. E o carnaval do Rio continua lindo!

Graças a Deus que Maragogipe-Ba não se deixou (quase se deixa) levar por essa desordem. E o verdadeiro carnaval continua nessa querida cidade. Lá as pessoas podem “tranquilas” sair com suas famílias para brincar em paz nessa Veneza que “Maragogó” se torna durante o carnaval. Um dos momentos marcantes, é a passagem do segundo trio elétrico da história do carnaval da Bahia, o Trio Maragós. Ainda não recebeu uma homenagem justa. Esse Trio foi criado por Dica do trio na cidade de Maragogipe. Nomes que merecem (In Memorian)homenagens: Quinande, Gobi, Didi da Baiana e tantos outros que locupletaram e os que enriquecem o carnaval, com fé em Deus, continuarão por muitos anos aqui conosco. Mas, quem sabe um dia um desses.

A Bahia precisa recuperar o carnaval do povo! E o governo não pode deixar que o trio pipoca o único que resta ao povo, possa vir entrar para a história e, sim, continuar fazendo. Semana passada o atual secretário de cultura do Estado, Albino Rubim disse a um jornal do Estado, que o governo está tentando reduzir custo e, por isso, os trios independentes possam ficar fora dessa festa “carnaval”de Salvador. Por que não aconteceu ano passado? E porque não reduzir às inúmeras propagandas do governo do Estado? “Me poupe”!

Respeitem Luís Caldas! Os governos: Estadual e municipal devem cuidar com muito carinho do “carnaval” do rei do axé, pelos seus quarenta anos de carreira!

Pierrôs e columbinas se encontram todo ano na cidade Maragogipe e juntas dizem aos nativos e turistas que o carnaval “é do povo como o céu é do avião”, “é de chuva suor e cerveja”, dos refrigerantes, ”dos filhos de Gandhi de Dodô e Osmar”, “do frevo eletrizado” dos afoxés, de todos os ritmos, é de cada esquina, é a festa que “só não vai quem já morreu”. Então, “chame gente” muita gente que a festa está a começar e o carnaval de Maragogipe, também. "Que brilho é este negro? É o brilho da paz! É o brilho do amor"! Pois, “carnaval não se briga se brinca”! Prepare sua fantasia que a minha está quase pronta. Ui careta, você me conhece?

O carnaval de Maragogipe é o melhor do mundo. Maragogipe é Veneza em carnaval!

Que DEUS te dê uma semana de AXÉ!


Márcio Reis é colunista semanal deste Blog do Zevaldo Sousa

marcioreis.colunista@yahoo.com.br