Maragojipe canta seus filhos

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Governo do Estado anuncia 11 milhões para o Carnaval da Bahia

O Governo da Bahia vai investir R$ 11 milhões em quatro projetos do Carnaval, assim como na produção e infraestrutura dessas ações. Três deles, em Salvador, um em Maragojipe.

Durante os seis dias de folia a programação da Secretaria da Cultura, na capital baiana, terá pelo menos 20 apresentações musicais para o folião pipoca; apoio a 127 blocos afro, afoxés e grupos de samba que vão desfilar pelo Carnaval Ouro Negro e a apresentação de 53 artistas no Carnaval do Pelourinho.

Entre os dias 16 e 21 de fevereiro, haverá um palco em frente à escadaria da Fundação Casa de Jorge Amado, homenageado em seu centenário.

O Pelourinho será palco para bailes, orquestras, axé, samba, percussão, word music, pop, rock e reggae. “A ideia é contemplar todas as tribos, idades e segmentos, sem o rótulo de um Carnaval para crianças e idosos”, explicou a diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), Arany Santana.

Maragojipe – Denominado ‘Outros Carnavais’, o quarto projeto e contempla o município de Maragojipe (133 Km de Salvador). A Secult quer contribuir para a preservação da tradicional festa e vai investir R$ 295 mil, por meio de convênio com a prefeitura.

Segundo o secretário de Cultura, em exercício, Rômulo Cravo, esta iniciativa inclui intercâmbio cultural. “Antes do Carnaval, vamos trazer para Salvador atrações carnavalescas de Maragogipe para se apresentar no Pelourinho, como forma de dar visibilidade e apoiar as tradicionais manifestações culturais, como os os blocos de máscaras”.

CARNAVAL PIPOCA
20 projetos musicais (R$ 45 mil cada) – R$ 900 mil
Circuitos Dodô (Barra-Ondina) e Osmar (Campo Grande)

CARNAVAL OURO NEGRO
127 blocos afro, afoxés e grupos de samba – R$ 5,3 milhões

CARNAVAL DO PELOURINHO
53 artistas; orquestras, axé, samba, word music, pop, rock e reggae – R$ 583 mil

OUTROS CARNAVAIS
Maragojipe (133 km da capital) R$ 295 mil