Maragojipe canta seus filhos

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Grito de Carnaval de Maragogipe 2012 será realizado no dia 12

O carnaval de Maragojipe começa neste domingo, dia 12 (fevereiro, 2012), a partir das 15h, com o “Grito de Carnaval” que já antecipa os dias da festa que transcorrem ao mesmo tempo do período em Salvador, de 18 a 21 deste mês. Conhecida pelo uso de máscaras, caretas e fantasias que remetem à influência europeia do século XIX, e à música percussiva e comportamento do antigo ‘entrudo’ afro-brasileiro, a folia de Maragojipe se tornou, por esses e outros motivos, Patrimônio Imaterial, via decreto do Estado da Bahia em 2009.

Dentre as atrações que começam por volta das 15 horas deste domingo (12) estão concurso de marchinhas, escolha do Rei Momo, Rainha e Princesa do carnaval, além dos foliões locais, e a apresentação especial do mestre-sala, porta-bandeira e passistas da escola de samba da Portela do Rio de Janeiro. A inclusão dos cariocas foi em função da homenagem que a Bahia receberá por três escolas de samba no Carnaval do Rio 2012.

Para encerrar a programação um show de Armandinho, Dodô & Osmar. A participação da Portela foi confirmada pela sua diretoria ao prefeito de Maragojipe, Silvio Ataliba, e ao secretário municipal de Turismo e Cultura, Luiz Carlos Brasileiro, quando estiveram na reinauguração da quadra da escola, no Rio de Janeiro, último final de semana (4 e 5).

A festa terá ainda transmissão ao vivo da TV Educativa, vinculada à Secretaria de Comunicação (Secom) do Estado. Além da participação do governo estadual via Secom, neste ano, o Carnaval de Maragojipe ganha aporte de recursos da Secretaria de Cultura do Estado (Secult) que criou o programa ‘Outros Carnavais’ para manifestações carnavalescas tradicionais.

O apoio se dá através do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), autarquia que também pesquisou e criou o dossiê do Carnaval de Maragojipe como patrimônio intangível baiano. Para difundir esse bem cultural o IPAC lançou um livro – disponível para download no site www.ipac.ba.gov.br – com fotos e artigos e um DVD-documentário sobre a festa maragojipana.

Neste carnaval que comemora o centenário de Jorge Amado, a Secult apóia ainda 20 projetos para o Carnaval Pipoca (Circuitos Dodô e Osmar - Barra/Ondina e Campo Grande), mais 53 artistas e bandas no Carnaval do Pelourinho, além do Carnaval Ouro Negro que tem afoxés e blocos afros. Somente através da Secult, o Governo do Estado investe R$ 7 milhões nas festas carnavalesca baianas.

SERVIÇOS: Localizada cerca de 150 km de Salvador, Maragojipe encontra-se cercada de rios e manguezais – que correspondem a ¾ do município -, a maioria ainda intactos. Para se chegar, deve se acessar a BR-324, por 59 km, até o entroncamento da BA-026, depois até Santo Amaro. Segue-se para Cachoeira (BA-026) por mais 38 km, atravessando a ponte D. Pedro II e seguindo mais 23 km até Maragogipe. Ou então, pelo ferry-boat e passando pela mesma estrada. Com clima ameno, tem 44 mil habitantes, culinária baseada em frutos do mar, como camarão, siri, lambreta, sururu, sarnambis e pratos exóticos como bobó de inhame, moqueca de carne seca com jiló e pirão de café com carne de fumeiro. Dentre os locais turísticos, Cachoeirinha e Paraguaçu, cachoeiras de Guimarães e Bule-bule. Com 15 pousadas e hotéis, e mais de 20 restaurantes e bares, o município tem como atender a demanda populacional do carnaval. Mais informações no site www.maragojipe.tur.br