Carnaval de Maragogipe

Encante-se com a festa mais bela da Bahia.

Programação 2013

Confira a programação oficial do Carnaval de Maragogipe 2013

Galeria de Fotos

Encontre links para álbuns de fotografias no Picasa, Flickr, e Facebook

Downloads especiais

Baixe gratuitamente para seu computador livros e CD's do Carnaval de Maragogipe

Nossa FanPage

Entre na nossa Página de Fãs do Facebook

Maragojipe canta seus filhos

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Caretas do Carnaval de Maragogipe são tema de exposição em museu de Salvador


O artista visual Marcos Bulhões realiza mostra até dia 30 de setembro, na galeria Francisco Sá, no primeiro andar do Museu Eugênio Teixeira Leal, no Pelourinho, em Salvador, com pinturas e fotografias de seu trabalho de pesquisa sobre o colorido das fantasias do Carnaval maragogipano. O tema é ‘Caretas de Maragogipe’. 

PROGRAMAÇÃO:
Data: Até o dia 30 de setembro
Horário: O local fica aberto à visitação de terça a sexta-feira, das 09h às 18h, e aos sábados e domingos de 13h às 17h.
Local: Museu Eugênio Teixeira Leal.
Valor: Gratuito.

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Máscaras de Maragogipe representam a Bahia em festival na península ibérica


Distante da península ibérica, no sudoeste da Europa, mas perto de suas tradições, a cidade baiana de Maragogipe está representada no VIII FIMI - Festival Internacional de Máscaras Ibéricas, iniciado nesta quitna-feira em Lisboa, Portugal.

Uma coleção de máscaras do carnaval maragogipano, inspirado pelos tradicionais desfiles de entrudo, que foram introduzidos no Brasil pelos portugueses, no século XVI, faz parte da Mostra das Regiões, que acontece até domingo na Praça do Rossio, uma das principais na capital portuguesa.

As máscaras baianas, feitas pelo artista plástico Bartolomeu dos Anjos, o Barbudo, são um dos destaques do evento que reúne delegações de Portugal e Espanha, além da Bulgária, expondo suas máscaras e artesanatos típicos, produtos gastronômicos e vinhos.

O artista baiano levou ao país as cabeçorras, grandes máscaras produzidas com a técnica do papel machê, e está oferecendo oficinas durante o festival, utilizando os moldes de argila das figuras exóticas que são um diferencial no evento e chamam bastante atenção.

Todo ano, Barbudo confecciona cerca de 300 máscaras para o carnaval de Maragogipe, uma das poucas cidades da Bahia que ainda mantém a tradição dos desfiles de entrudo com foliões mascarados e fantasiados como figuras folclóricas, que saem nas ruas acompanhados por orquestras carnavalescas.

A ida da delegação baiana a Portugal teve apoio da AMMA (Associação de Músicos de Maragogipe) e Air Europa, e foi a convite da Progestur (Associação para o Desenvolvimento do Turismo Cultural), organizadora do festival em parceria com a Egeac (Empresa de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural da Câmara Municipal de Lisboa).

Para o diretor do festival, Hélder Ferreira, é muito interessante ter a presença de um representante da cultura baiana. “Um artista com a dimensão de Barbudo, que expressa tão bem a arte popular brasileira, mostra que é importante estimular cada ano mais a participação do país nesse festival”, diz.

A diretora da Egeac, Lucinda Lopes, revela que o apoio financeiro da Câmara Municipal de Lisboa ao evento chega a 60 mil euros e esse tipo de investimento se repete em outros eventos durante todo o ano, sendo tão importante para manter a dinâmica cultural dos espaços públicos quanto necessário para atrair o fluxo turístico, motivando o turismo cultural em Lisboa – uma lição para a Bahia.

Fonte: Tribuna da Bahia

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Conflito político enfraquece organização do carnaval de Maragojipe

A praça dos mascarados reuniu a tradição do carnaval das marchinhas.
População sentiu falta do concurso de mascarados. Foto: Lorena Morais/RecôncavoOnline
por Lorena Morais (Recôncavo Online)

De 9 à 12 de fevereiro, foliões e turistas celebraram o carnaval de Maragojipe, que é marcado pela forte tradição dos carnavais de rua, com presença de mascarados, caretas, fantasias diversas e orquestras carnavalescas. Como o tema “Aqui é o povo que faz”, a festa foi organizada pela Associação de Músicos de Maragojipe – AMMA e a Prefeitura Municipal.

Após rumores de que o carnaval não seria realizado, a festa aconteceu com um desfile de fantasias feito pelo povo e uma programação cultural em dois palcos distintos. O professor e historiador Zevaldo Sousa sentiu falta do concurso de fantasias neste ano. “Faltou o concurso de mascarados, de marchinhas, de rei momo, rainha e princesas. Pois para mim Carnaval é simplicidade, não ligo para bandas famosas”, diz.

A não realização do concurso pode ter sido resultado do conflito político que acabou atrapalhando na organização da festa. Com o intuito de captar recursos para o carnaval da cidade, a AMMA e parceiros enviaram ao Governo do Estado um projeto desde o ano passado e através da aprovação, a instituição conseguiu sozinha arrecadar cerca de 500 mil reais em investimentos.

No início dos festejos momescos, mascarados reivindicavam a implantação do ‘Museu do Carnaval’ na cidade. Foto: Luiz Carlos Brasileiro/Acervo Pessoal
Na tentativa de dialogar com a prefeitura local, conflitos políticos entre a nova gestão e aliados da gestão passada – que foram responsáveis pelo envio do projeto ao Estado – fez com que o caso fosse parar no Ministério Público, como afirmou Luiz Carlos Brasileiro, ex-secretário de Cultura e Turismo da cidade e parceiro da AMMA. De acordo com Brasileiro, a prefeitura queria ser a responsável pelo recurso que foi destinado a AMMA para a realização do carnaval. O pedido veio seguido de ameaças de não liberação dos espaços.

Quem foi à cidade, conferiu que os outdoors de anúncio da festa foram retirados. Testemunhas também afirmam que o bloco de rua do ex-prefeito foi impedido de seguir o percurso no centro da cidade.

Com intervenção da promotoria pública, o caso foi acompanhado pela justiça e os conflitos foram apaziguados, fazendo com que a festa acontecesse. A AMMA ainda destinou parte dos recursos à prefeitura, para a infraestrutura da festa, que também conseguiu investimentos de uma cervejaria.

A equipe do Recôncavo Online entrou em contato com a prefeitura de Maragojipe mas não obteve retorno até a publicação dessa matéria.

Manutenção do carnaval
De acordo com o secretário de Cultura do Estado, Albino Rubim, que ressaltou o reconhecimento do carnaval de Maragojipe como Patrimônio Imaterial, destacou que é obrigação da secretaria e do Conselho Estadual de Cultura ajudar na manutenção do carnaval. “Nós trabalhamos e apoiamos o carnaval de Maragojipe independente de quem esteja na prefeitura. Surgiram em determinados momentos algumas dificuldades entre grupos que apoiam o evento e a prefeitura onde tivemos que entrar no meio para tentar conciliar isso”, diz o secretário.

O secretário de Cultura do Estado destaca que o papel da Secult e Conselho de Cultura, é apoiar na manutenção da tradição do carnaval. Foto: Ernesto Falcón/RecôncavoOnline
Ele contou também que a intenção da secretaria é apoiar a singularidade e importância do carnaval de Maragojipe. “Depois de muita conversa, conseguimos entrar em um acordo e repassar o recurso que foi o mesmo do ano passado. Não vamos dar dinheiro para colocar, por exemplo, trio elétrico. Nós repassamos o recurso para apoiar o desfile de máscaras e manter sua tradição. Espero que tenha sido satisfatório”, destacou o secretário.

O recurso, que veio através do programa Outros Carnavais, da Secretaria de Cultura do Estado foi destinado a ações para preservação do Carnaval como patrimônio cultural (apresentações de grupos culturais, orquestras, exposições, valorização dos artesãos, entre outros). “O carnaval não deve ser só responsabilidade do poder público, mas a comunidade tem que se apossar”, ressalta Brasileiro, que foi um dos idealizadores do projeto.

Com o registro do carnaval como Patrimônio Imaterial da Bahia, essas ações são obrigatórias para o Plano de Salvaguarda do Carnaval de Maragojipe. No sábado (09), mascarados exigiram também através de uma manifestação de rua a implantação do Museu do Carnaval, espaço destinado para salvaguardar os elementos que compõem o inventário da festa secular.

Turismo e Patrimônio Cultural
O estudante Erick apresentou resultados de sua pesquisa sobre a percepção da população após o registro da festa. Foto: Carlos Gomes/Acervo Pessoal
O estudante de Geografia, Erick Conceição, 21, realizou uma pesquisa orientada pelo professor Jânio Roque Barros de Castro (UNEB), em que ele analisa a percepção do morador após o registro do carnaval de Maragojipe como patrimônio imaterial. Ele apresentou os resultados durante a Mesa Redonda sobre a História do Carnaval de Maragojipe, realizado no domingo, 10 de fevereiro.

Como uma abordagem geográfica, Erick entrevistou moradores locais e colheu resultados através de análises dos depoimentos. “Alguns moradores locais viram com ‘bons olhos’ esse registro, mas ao mesmo tempo eles ficavam receosos com as modificações que esse registro poderia trazer para a festividade local”, explica o estudante. Entre essas modificações estão o receio da perda da originalidade do carnaval.

Erick também observou que muitos moradores acreditam que o registro iria possibilitar uma forma de obtenção de renda, com a vinda de mais turistas. “A festa passou a ser uma coisa do Estado. Houve uma maior divulgação da festividade e isso fez com que vários turistas viessem conhecer o carnaval. A presença de turistas hoje [após o registro] é muito maior”, conta.

A turista soteropolitana Evanyr Rodrigues, 64, diz que mesmo após o registro do carnaval, que deu visibilidade maior à cidade, o receptivo turístico ainda precisa melhorar muito. Pela primeira vez na cidade, ela diz que os serviços são caros e de má qualidade. “Eu achei o valor da hospedagem caro. Não existe conforto e a cidade precisa de pessoas capacitadas. O gestor tem que se atentar. O pessoal ligado a esses serviços precisam deste suporte”, critica a turista.

Dentre as recomendações para o plano de salvaguarda do carnaval, estão a parceria entre as Secretarias Municipais e as de Meio Ambiente e Turismo do Governo do Estado, para exploração do potencial turístico e também a criação de um espaço para reunir um inventário do carnaval na cidade.

Lorena Morais
Colaboração de Ernesto Falcón

Foliões, artesãos e músicos ajudam a manter a tradição cultural do Carnaval de Maragojipe

Por Lorena Morais (Recôncavo Online)

Durante os dias da folia momesca, quem foi à Maragojipe conferiu o banho de cores e criatividade que tomou conta das ruas. Um verdadeiro desfile de mascarados, caretas, fantasias e blocos de rua que demonstra a tradição da festa profana mais antiga que se tem registro.

É um espaço em que todos se vestem e brincam nas ruas. Com vozes afinadas, os foliões se escondem atrás das máscaras e garantem a diversão. Com todo luxo e requinte das fantasias ou com toda a simplicidade, a ideia é não ser reconhecido.

As caretas, também conhecidos como pierrot, fazem parte da
tradição cultural do carnaval de Maragojipe.
Foto: Lorena Morais/RecôncavoOnline
“No dia em que em que tiraram a minha máscara, fiquei morrendo de vergonha de voltar para casa. Como iria andar pelas ruas com minha cara limpa? Depois daquele dia eu nunca mais brinquei o carnaval”, relembra a maragojipana de prenome Zenita, 70, em uma conversa informal. Ela contou que certa feita, em um carnaval, alguém tirou sua máscara. Depois disso, a festa para ela acabou, pois todo mundo descobriria que ela estava por trás da fantasia. Como o momento era para extravasar, com a máscara todo o tipo de brincadeira é válida, mas ninguém pode saber quem é.

“O uso das máscaras começou a partir do século XIX, quando no momento da festa de entrudo, negros começaram a utilizar um pano branco e máscaras para se mesclar com os brancos e serem aceitos. A festa era um momento de democracia e representava um dos pontos mais marcantes no carnaval”, explica o professor e historiador Zevaldo Sousa, ao falar sobre a memória do carnaval de Maragojipe. Entrudo é uma comemoração carnavalesca oriunda dos portugueses, que foi adaptada para o carnaval no Brasil.

As fantasias
E para que essas fantasias tomem conta das ruas da cidade, existem pessoas que ajudam a construir esta tradição. Artesãos locais produzem as famosas “máscaras de Veneza”, que são confeccionadas com papel machê e pintadas à mão. E também tem as caretas ou pierrot, que ganham forma nas mãos de costureiras que se dedicam a produzir um dos personagens mais simbólicos do carnaval, com chifres e nariz pontudo.

A costureira Márcia (janela) e o grupo de mascarados.
Ela costurou todas as fantasias.
Foto: Lorena Morais/RecôncavoOnline
Márcia Cristina Rangel, 53, é considerada a costureira mais rápida de Maragojipe. Só neste carnaval produziu cerca de 80 peças, entre fantasias e caretas. Isso tudo em apenas duas semanas. “Eu só faço por encomenda e as pessoas deixam para pedir em cima da hora. Comecei a fazer as peças no final do mês de janeiro para o início de fevereiro e já entreguei todas”, conta Márcia.

Ela fez cerca de 30 fantasias de careta, além de confeccionar roupas de mascarados e fantasias diversas para adultos e crianças. Fui visitá-la no domingo de carnaval, 10 de fevereiro, com a esperança de encontrá-la costurando, mas ela disse que todas as fantasias estavam prontas e na rua. No momento de nossa conversa, um grupo de sete mascarados foi visitá-la. Sozinha Márcia confeccionou todas as roupas.

Além de costurar, ela também não abre mão do seu carnaval. Prepara sua fantasia e sai para brincar. Somente este ano ela decidiu não sair, por questões ligadas à saúde. “Sempre saio no carnaval fantasiada. Adoro essa festa, porque acompanho desde criança”, relembra. No seu acervo de fotografias, ela demonstrada o orgulho e prazer em ver suas criações na rua.

Blocos de rua
Caminhando pelas ruas da cidade, encontro um animado bloco de rua, formado por cerca 40 homens entre jovens e principalmente da terceira idade. É o Bloco Popular de Maragojipe – BPM. Mais conhecido como “Bloco do Pau Mole”, é o que contou Nelson Guerreiro, 64, integrante do bloco. Ele disse que os integrantes se reúnem no Carnaval de Maragojipe há mais de 20 anos e tocam animadas marchinhas carnavalescas pelas ruas da cidade. Com uma indumentária própria, são eles que mantém esta tradição. “O bloco começou com apenas três integrantes e hoje temos cerca de 40. Nos reunimos e corremos a cidade todos os domingos e terças-feiras de carnaval”, conta Bartolomeu Machado, 70, integrante do bloco.

Durante o percurso eles visitam as casas dos foliões que solicitam a presença deles. Nesta visita ganham bebidas e alimentação. Os integrantes do bloco são todos homens e eles próprios sentenciam: mulheres são proibidas!

O ‘Bloco do Pau Mole’, como é conhecido,
percorre as ruas da cidade cantando músicas carnavalescas.
Foto: Lorena Morais/RecôncavOnline
Com o cortejo eles revivem os carnavais de época e ajudam a manter a tradição da folia momesca na cidade.

O Carnaval de Maragojipe é registrado como Patrimônio Imaterial da Bahia pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia – IPAC. Com o tema “Aqui é o povo quem faz”, a festa existe há mais de um século e possui forte riqueza cultural através de grupos de mascarados, das orquestras e das suas manifestações espontâneas.

Lorena Morais

Vídeos do Carnaval: Maragojipe canta seus filhos - Parte 2


O amigo Carlos Gomes, conhecido por Topete, publicou uma série de vídeos interessantíssimos sobre a musicalidade e o Carnaval de Maragogipe. Neste momento, você poderá acompanhar de perto um pouco destas postagens e se deliciar com a musicalidade baiana. "Maragojipe canta seus filhos no Pelourinho"

Veja:

Patrícia Armede sacode o Carnaval do Pelourinho.

João Guimarães em "Foi sem querer que eu beijei a sua boca"

Val Rebouças fez todos dançar no Carnaval do Pelô.

Neuzinha Vieira foi recebida com carinho pelo público do Pelô.

Participação especial de J Veloso.

Vídeos do Carnaval: Maragojipe canta seus filhos - Parte 1


O amigo Carlos Gomes, conhecido por Topete, publicou uma série de vídeos interessantíssimos sobre a musicalidade e o Carnaval de Maragogipe. Neste momento, você poderá acompanhar de perto um pouco destas postagens e se deliciar com a musicalidade baiana. "Maragojipe canta seus filhos no Pelourinho"

Veja:


Ouça agora a voz de Aldair Medina.

Rivelino no Carnaval do Pelourinho.

Rivelino em mais uma bela musica carnavalesca.

Ikon Mathone (Fazer o quê?)

Daniele Rangel, vocalista da Banda Apimentada, como sempre apimentando a galera.

Tatay Guerreiro fazendo bonito no Carnaval do Pelourinho

terça-feira, 12 de fevereiro de 2013

Ministra Luiza Bairros prestigia espaços da cultura afro no Carnaval baiano


A titular da SEPPIR será recebida pelo governador Jaques Wagner no camarote do governo do Estado da Bahia no domingo, junto com outras autoridades federais

A ministra Luiza Bairros, titular da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR), participa do Carnaval da Bahia a , se fazendo presente nos principais espaços de resistência negra da festa. No sábado (9), ela se juntou aos foliões do Ilê Aiyê na tradicional saída do mais antigo bloco afro na Ladeira do Curuzu, em Salvador. No domingo (10), foi recebida pelo governador Jaques Wagner no camarote do governo do Estado da Bahia, junto com outras autoridades do Governo Federal.

Dia (8) à noite, a ministra participou do desfile do bloco Alvorada, mais antiga agremiação de samba na folia soteropolitana e um dos responsáveis pela manutenção do ritmo na festa há 38 anos. O Alvorada traz a Velha Guarda da Mangueira (RJ) no seu desfile, em mais uma demonstração de resistência do bloco, marcado como um espaço onde sambas urbano, rural e samba-de-roda se encontram e se reinventam.

A saída do Ilê Aiyê está prevista para às 20h de amanhã dia 09 , após a concentração na Ladeira do Curuzu, no bairro da Liberdade. A multidão segue até o centro da cidade, saindo do Campo Grande até a Praça da Piedade. Conhecido como “Pérola Negra”, o “Mais belo dos belos”, o Ilê completa 40 anos em 2013.

Na terça-feira, ela viaja a Maragogipe, localizada no Recôncavo Sul do Estado, a cerca de 130 km de Salvador, para prestigiar o Carnaval local, tombado em 2009 como Patrimônio Imaterial da Bahia. A festa mantém tradições dos séculos XIX e início do XX, com forte presença de máscaras e fantasias, inspiradas em alegorias italianas e francesas.

TVE grava matéria sobre Carnaval de Maragogipe 2013


A emissora TVE gravou uma matéria sobre o Carnaval de Maragogipe 2013. Todos os anos a emissora cultural da Bahia vem ao município gravar programas, flashes e colher rico material do melhor e mais bonito carnaval da Bahia.

No Carnaval de Maragogipe você encontra diversas praças de atuação e você tem a oportunidade de escolher o seu estilo de diversão. Temos a Praça dos Mascarados, em que marchinhas carnavalescas animam a multidão, assim como temos o Trio Elétrico Maragós e o Palco Principal.

Venha curtir o Carnaval de Maragogipe!!

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

História do Carnaval: Bloco Ket-chup estava nas ruas em 1973 e 1984

Bloco Ket-Chup (1984)
A leitora Fernanda Pestana nos enviou duas fotografias do Carnaval de Maragogipe, uma de 1973 e outra de 1984, em que o Bloco Ket-Chup estava nas ruas, junto com o Trio Maragós fazendo a festa do folião maragogipano.

Na fotografia temos alguns componentes como Toinho Pestana, Carlinhos Pestana.

Ficamos com essas relíquias do Carnaval de Maragogipe. Mais fotografias serão publicadas em breve. Se você tem imagens do Carnaval de Maragogipe de anos anteriores, envie-nos. Publicaremos para que todos tenham conhecimento e compartilhem.

Bloco Ket-Chup (1973)

Cineasta Spike Lee vem ao Recôncavo e registra Carnaval de Maragojipe


Por Lorena Morais (Recôncavo Online)

Nesta segunda-feira (11), o cineasta Spike Lee e sua equipe formada por 25 profissionais chegou ao Recôncavo da Bahia, mais especificamente em Maragojipe, para registrar o carnaval da cidade. As imagens serão utilizadas no documentário “Go Brazil Go”, que ele está produzindo desde 2012.

A equipe gravou entrevista com o professor de história Zevaldo Sousa, que falou sobre a história do carnaval de Maragojipe, a cultura da cidade e questões sociais como a economia, sociedade e juventude. “Eles perguntaram como era a relação da juventude com a cultura da cidade, se gostam daqui ou preferem ir para cidades grandes”, diz Zevaldo.

Entre as perguntas relacionadas ao carnaval, a equipe quis saber o significado das máscaras na festa momesca. “O uso das máscaras começou a partir do século XIX, quando no momento da festa de entrudo, negros começaram a utilizar um pano branco e máscaras para se mesclar com brancos e serem aceitos. A festa era um momento de democracia e representava um dos pontos mais marcantes no carnaval”, explica o professor. Entrudo é uma comemoração carnavalesca oriunda dos portugueses, que foi adaptada para o carnaval no Brasil.

A entrevista com Zevaldo durou cerca de trinta minutos. Logo em seguida o próprio cineasta fotografou e filmou as manifestações culturais, fantasias e participação do público no carnaval da cidade.


Spike Lee na Bahia
O cineasta Spike Lee está na Bahia desde o início dos festejos do carnaval. Hospedado em Salvador, ele vem gravando entrevistas com artistas, políticos e personalidades baianas como a cantora Ivete Sangalo, o presidente do Olodum, João Jorge Rodrigues, o prefeito de Salvador Antonio Carlos Magalhães Neto, o governador da Bahia Jacques Wagner, Daniela Mercury, Carlinhos Brown e Mãe Stella de Oxóssi.

Diretor de filmes como “4 Little Girls” e “Faça a coisa certa”, Lee escolheu retratar o Brasil em seu novo filme por acreditar que o pais vive um momento decisivo e transformador, com a realização da Copa do Mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016, além de um momento de aquecimento da economia e da presença de uma mulher na presidência do país.

Em abril de 2012 o diretor esteve em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. A previsão de estreia é 2014, antes da Copa, no festival de Cannes.

Foto: Luis Carlos Brasileiro

Nota de Utilidade Pública: Banda Keridões não irá se apresentar


A Banda Keridões, através da sua produtora Arerê Produções, enviou nota agradecendo o convite e esclarencendo os motivos da não participação no Carnaval de Maragogipe.

Aproximadamente, há uma semana, a Banda comunicou a Secreatria de Cultura de Maragojipe que o show marcado para dia hoje não poderia ser realizado por motivos choque de horários e datas, entre outras questões. Segundo a Banda, foi informado a situação, mesmo assim, o show foi mantido. 

Desde já, a Banda Keridões agradece a sra. exma. Prefeita de Maragogipe, Vera Lucia e comunicamos que estamos prontos para os próximos eventos. Um bom carnaval!

Fotos do Carnaval de Maragogipe 2013

O nosso amigo e estimado leitor. Um amante do Carnaval de Maragogipe, Mário Sérgio, mais uma vez está colaborando com o Blog enviando fotografias do Carnaval de Maragogipe 2013. Realmente esta é uma tradição que encanta maragogipanos e visitantes.

Vamos prestigiar a Cultura de Maragogipe! A cultura do povo que faz o seu Carnaval! Um carnaval de paz e amor.

Desde já comunicamos a todos os leitores que o espaço está aberto para eventuais publicações de imagens fotográficas, vídeos e textos. Basta enviar para o email: zevaldo.sousa@gmail.com

Lembrando que este portal público e é independente do poder público.

















Spike Lee visita Maragogipe para conhecer sua cultura e carnaval


O renomado diretor norte americano está acompanhado de uma equipe formada por 25 pessoas, entre brasileiros e norte-americanos e vem à Maragojipe nesta segunda-feira (11/02/2013) mostrar o nosso carnaval, as tradições e os mascarados.

O cineasta norte americano Spike Lee fica na Bahia até a quarta-feira de cinzas. Ele esteve no carnaval de Salvador acompanhando o artista Carlinhos Brown durante a apresentação dele no circuito Dodô com o projeto Afródromo.

Ele também acompanhou a apresentação do Grupo Olodum e gravou depoimentos para o seu documentário “Go Brazil Go” (Vá, Brasil, Vá).

Ele está produzindo este documentário desde 2012, e segundo a assessoria, o filme retrata o Brasil através de artistas, líderes políticos, atletas e atores sociais.

O gancho de Spike Lee é o momento de transformação do país através da Copa do Mundo, o carnaval e a eleição da primeira presidente do país.

Fonte Texto: Ascom / Maragojipe
Foto: Luis Carlos Brasileiro

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Bloco do Silêncio fará a primeira manifestação cultural do Carnaval de Maragogipe


Oficialmente, o Carnaval de Maragojipe terá início neste sábado, 09 de fevereiro. Por volta da meia noite acontecerá uma das mais antigas tradições da nossa folia. Dezenas de 'almas' saem às ruas de Maragojipe, anunciando a todos a chegada da festa mais popular do planeta. A saída do secular Bloco do Silêncio acontece na frente do Cemitério Municipal, percorrendo as ruas e becos da cidade. Sem dúvida, uma manifestação cultural sem igual e que a cada ano impressiona a todos pela sua criatividade.


Com informações do: Maragogipe24horas

Sábado de Carnaval terá Orquestra de Maragogipe no Pelô


A tradicional charanga carnavalesca, que tantas alegrias transmite a nós maragojipanos, levará nossa cultura e talento às ruas do Pelourinho, no próximo sábado de carnaval, 09. Após as apresentações de nossos artistas na última quarta-feira, 30, no Praça Quincas Berro D'Água, no Pelô, a orquestra popular voltará a se apresentar, desta vez no Largo Pedro Archanjo, a partir das 20h. Você que curte as marchinhas e melodias do antigo carnaval, venha pular e cantar conosco grandes sucessos da folia de momo. O Portal Maragojipe 24h parabeniza aos integrantes da orquestra e ao maestro Roque Adson, pela divulgação da nossa cultura.


Fonte: Maragogipe 24 Horas

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Mesa Redonda sobre História do Carnaval de Maragogipe acontece domingo



Acontecerá, neste domingo do Carnaval, dia 10 de fevereiro uma Mesa Redonda sobre a História do Carnaval de Maragogipe. O evento foi idealizado pelo Blog de História do professor Zevaldo Sousa, pelo Laboratório de História e Memória de Maragogipe do Centro Educacional "Simões Filho", e conta com a parceria da CEPEPRO, AMMA e Fundação Vovó do Mangue.

A mesa redonda será realizada na Associação Atlética Maragogipana, às 10 horas da manhã e contará com as presenças do estudante de Geografia Erick Conceição, do diretor do Centro Cultural Dannemann, em São Félix, Pedro Arcanjo, do professor e memorialista Benedito Jorge Carneiro de Carvalho (Bibito), do professor de História Zevaldo Sousa. Devido o fato de iniciarmos esta programação no último momento, outros nomes ainda poderão fazer parte desta mesa redonda.

Será discutido, além da história do Carnaval de Maragogipe e suas características e aspectos singulares, meios de valorização da cultura e de promoção do Carnaval.

Programação Oficial do Carnaval de Maragogipe 2013


A programação oficial do Carnaval de Maragogipe 2013 foi, finalmente, divulgada pela Prefeitura Municipal de Maragogipe, pela AMMA, e demais blocos. Se você tiver um bloco e deseja incluí-lo nesta programação do Blog do Zevaldo. Pode enviar para o email as informações necessárias para inserirmos nesta lista.

Outras informações você encontra no site independente, administrado por este blogueiro:




02/02/2013

Carnafolia
Onde: Associação Atlética Maragogipana
Org.: Moacyr Albuquerque, Neta Cardoso, Alessandra Ferreira

03/02/2013

Grito do Carnaval
Onde: Ruas da cidade
Org.: AMMA e Manifestação Popular

07/02/2013 A 12/02/2013

Exposição Carnavalesca/Abertura do Centro Técnico do Carnaval
Onde: Associação Atlética Maragojipana e Casa da Cultura de Maragojipe
Org.: AMMA

08/02/2013

Desfile do Bloco do Silêncio
Onde: Ruas da cidade
Horário: 00h
Org.: Manifestação Popular

Praça dos Mascarados
22:00 - Orquestra Popular de Maragogipe
Org.: Prefeitura de Maragogipe

09/02/2013

Abertura oficial
Onde: Praça Conselheiro Antonio Rebouças e Ruas da Cidade
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Praça dos Mascarados
19:00 - Orquestra Popular de Maragogipe
21:00 - João Guimarães e Orquestra
23:00 - DJ Eletro Sammy | Marchinhas Eletrônicas
Org.: AMMA e Prefeitura de Maragogipe

Palco Principal e Trio Elétrico
19:30 - MX Mamede (Ritmo - Marchinhas)
21:00 - Paulinho Boca (Ritmo - Pop Axé)
23:00 - Alta Essência (Ritmo - Samba)
01:00 - Banda Magia (Ritmo - Pop Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Trio Elétrico
20:00 - Iracema e Banda (Ritmo - Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Bloco dos Mascarados Tradicionais de Maragojipe
Onde: Praça Conselheiro Antonio Rebouças, Largo da Matriz e Ruas da Cidade
Horário: 14h
Org.: Éder Pereira

Bloco PRAMILL - Esse sim que levanta
Onde: Praça da Promessa
Horário: 19h
Org.: Leo do Bar, Nino, Val Mãozinha, e Marcelo

10/02/2013

Palestra - História do Carnaval de Maragogipe
Onde: Associação Atlética Maragogipana
Horário: 10 horas
Participação de: Erick Conceição, Prof. Bibito, Pedro Arcanjo, Zevaldo Sousa e convidados
Org.: Blog do Zevaldo, Laboratório de História do CESF, e AMMA

Mascarados no Carnaval de Maragojipe
Onde: Praça Conselheiro Antonio Rebouças, Largo da Matriz e Ruas da Cidade
Org.: Manifestação Popular

Praça dos Mascarados
14:00 - Orquestra Popular de Maragogipe
17:00 - Edson Soares e Orquestra
18:30 - Tatay e Orquestra
20:30 - Orquestra Popular de Maragogipe
22:30 - Dica do Trio & Frevo Orquestra
Org.: AMMA e Prefeitura de Maragogipe

Palco Principal
15:00 - Charanga Badaró (Ritmo - Fanfarra)
17:30 - Trio Elétrica (Ritmo - Frevo)
20:00 - Reni Casais e Orquestra (Ritmo - Frevo)
22:00 - Simone Mel (Ritmo - Axé)
00:00 - Apimentada (Ritmo - Axé)
02:00 - J'Black (Ritmo - Samba Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Trio Elétrico
16:00 - K do Brasil (Ritmo - Pop Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Grande Baile Carnavalesco e Infantil
Onde: Associação Atlética Maragojipana
Horário: 15 horas - Baile Infantil
Horário: 21 horas - Orquestra Carnavalesca de Maragogipe
Org.: AMMA

11/02/2013

Bloco Cry Happy
Concentração: Areal
Horário: 16 horas
Org.: Professora Cessa

Praça dos Mascarados
14:00 - Orquestra Popular de Maragogipe
17:00 - Daniele Rangel e Orquestra
18:30 - Ikon Matone e Orquestra
22:30 - Ronaldo Luis e Orquestra
Org.: AMMA

Palco Principal
15:00 - Samba de Dona Cadu (Ritmo - Samba)
15:50 - Samba Recordar (Ritmo - Samba)
16:40 - Samba de Kitanda (Ritmo - Samba)
18:00 - Yes Brasil (Ritmo - Marchinhas)
20:00 - Axé pra você (Ritmo - Axé)
22:00 - Motumba (Ritmo - Pop Axé)
00:00 - Mulhegada (Ritmo - Axé Samba)
02:00 - Toté (Ritmo - Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Trio Elétrico
16:00 - Keridões Elétrico (Ritmo - Axé)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Grande Baile Carnavalesco e Infantil
Onde: Associação Atlética Maragojipana
Horário: 15 horas - Baile Infantil
Horário: 21 horas - Orquestra Carnavalesca de Maragogipe
Org.: AMMA

12/02/2013

Praça dos Mascarados
14:00 - Orquestra Popular de Maragogipe
17:30 - Edil Pacheco
19:30 - Orquestra Popular de Maragogipe
21:00 - Val Rebouças e Orquestra
22:30 - Bigdal e Orquestra
Org.: AMMA

Palco Principal
15:00 - Samba Maragogó (Ritmo - Samba)
15:50 - Filhos de Oxossi (Ritmo - Samba)
16:40 - Samba Resgate (Ritmo - Samba)
17:30 - Walter Queiroz (Ritmo - Marchinhas)
19:30 - Colar de Concha (Ritmo - Samba Reggae)
22:00 - Doce Pecado (Ritmo - Partido Alto)
00:00 - Agacha Samba (Ritmo - Samba)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Trio Elétrico
16:00 - Trio e Banda Dica (Ritmo - Marchinhas)
Org.: Prefeitura de Maragogipe

Grande Baile Carnavalesco Infantil
Onde: Associação Atlética Maragojipana
Horário: 15 horas - Baile Infantil
Org.: AMMA

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Carnaval de Maragojipe vai dar a volta ao mundo através do National Geographic

A equipe do National Geographic chegou cedo e ansiosa para saber um pouco mais sobre o nosso Carnaval. Ao passear pela cidade, eles perceberam que Maragojipe é muito mais que uma terra festeira. Nosso casario, a quantidade de recursos naturais e o artesanato também chamaram a atenção do grupo.


Mas essa época do ano, uma das tradições mais latentes sem dúvida atrai olhares estrangeiros curiosos. O carnaval dos caretas, da tradição, da valorização da cultura e da perpetuação desse bem imaterial é como ouro pra quem vem de fora e nunca viu nada igual.

É por isso que essa equipe, através da sugestão de Conor O’Sullivan, empresário irlandês que mora em Salvador, atracou em nossas terras. Conor disse que sugeriu Maragojipe porque nosso Carnaval é único, portanto, vale a pena ser registrado.

Mas a idéia inicial não é de mostrar apenas a festa. Para eles, é importante também conhecer o fomento do Carnaval. Como ele é feito, de que mãos ele surge e os bastidores dessa linda festa.

Por isso eles visitaram seu Edemilson Pereira, artesão. Ele produz máscaras decorativas que podem servir tanto para enfeitar sua casa, quanto para desfilar no carnaval.

A equipe ficou encantada e levou três pra casa, levando também o talento de Seu Edemilson para outros países.

O material produzido aqui vai ser divulgado num programa de rádio da rede NatGeo e numa revista de viagens do canal.

Betty Hudson, vice-presidente da National Geographic, disse que os maragojipanos têm que cuidar desse patrimônio cultural. Para o marido e colega de trabalho Boyd Matson, que apresenta um programa de rádio da rede NatGeo, esse é nosso maior tesouro.

Um bom começo, para quem está entrando na mídia mundial pela porta da frente, afinal a equipe garantiu que a expectativa de um documentário específico sobre a cidade, história, religião e festa, não está descartada.

Ascom / Maragojipe

Estrutura do palco começa a ser montada para o Carnaval de Maragogipe


Apesar da Prefeitura de Maragogipe ainda não ter divulgado as atrações do Carnaval de Maragogipe, foi iniciado no dia 05 de fevereiro, a montagem da estrutura do palco onde será realizados os eventos do Carnaval mais belo da Bahia.

A Praça da Matriz já está mudando de cara, num prenúncio do carnaval. Seja através das estruturas que estão sendo montadas, da ornamentação, seja através do pique dos carnavalescos, do movimento nas lojas que vendem fantasias e máscaras ou até mesmo através de rostos estrangeiros, em busca da beleza e do tradicionalismo do nosso carnaval.

O palco principal, onde as atrações voltadas para o axé se apresentarão, já está sendo montado. Aqui, iluminação e som de qualidade também vão ser instalados.

A Praça Conselheiro Rebouças abriga o tradicionalismo, a valorização das origens do carnaval maragojipano. Isso se dá através das marchinhas, entoadas por nossas charangas e o show de beleza de nossos mascarados.

Essa explosão de cultura, misto de tradição e modernidade – através do esmero, da evolução e glamour das fantasias – começa na próxima sexta-feira, dia 08/02.

Com informações da ASCOM / Maragogipe

Reveja o vídeo do Rede Bahia Revista e conheça as belezas e encantos da cidade de Maragojipe



O Rede Bahia Revista disponibilizou através do site o vídeo que transmitiu as belezas e os encantos da nossa terra. Em uma produção de aproximados 10 minutos, Ana Valéria e equipe apresentou o rio Paraguaçu, sua história e cultura, finalizando a matéria no município de Maragogipe.

Quem não viu a matéria basta clicar no link abaixo e assistir vídeo completo.

Veja o VÍDEO aqui.

National Geographic produz matéria o Carnaval da Bahia faz visita Maragogipe


Hoje, dia 05 de fevereiro, esteve na cidade de Maragogipe, uma equipe do National Geographic que está produzindo uma matéria sobre o carnaval da Bahia, e não podiam deixar de falar sobre o Carnaval de Maragogipe. 

Francisco Gomes recepcionou os visitantes e foi entrevistado. Segundo o depoimento de Francisco, foi relatado as tradições carnavalescas de Maragogipe, a história do Transas Mil, do Cantarolama e outros assuntos relacionados a cultura da nossa terra. 

Betty Hudson que estava presente é vice-presidente executiva da National Geographic e quando foi falado sobre o Bloco das Almas que na sexta de carnaval, à meia noite, sai da porta do cemitério, ela lembrou do clip Thriller de Michael Jackson, aliás vale ressaltar que ela já tinham entrevistou o famoso artista Michael Jackson.

Segundo Francisco, esta interação foi muito importante porque em primeiro lugar divulga a nossa cultura e as nossas tradições pro mundo, em segundo por ser entrevistado por uma pessoa que já entrevistou Michael. 

Na visita ao atelier do artista maragojipano Memeu Barbudo os visitantes ficaram encantados com suas máscaras rústicas dos nossos antigos carnavais. Junior de Major com seu vasto conhecimento e maragojipanidade a flor da pele nos deu a maior força na entrevista e acompanhou o trio em outras visitas pela terra das caretas.

Foto: Ana Fabricia
A equipe do National Geographic também visitou as mais fascinantes obras do Sr. Edmilson. Um trabalho excepcional que serve de exemplo para que outras pessoas em nossa cidade. O senhor Edmilson é mecânico, aposentado da Suerdieck, tem 74 anos e escultor dos manguezais, um bom exemplo para nós maragojipanos.

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Download: Livro "Carnaval de Maragogipe - Cadernos do IPAC 3

Clique AQUI e baixe o livro
Conhecer a História do nosso município é de extrema importância fundamental para a memória, a cultura e a difusão de ideias, neste sentido, a disponibilização do livro "Carnaval de Maragogipe - Cadernos do IPAC 3", em PDF para download é uma realização. Neste livro você conhecerá um pouco da História do Carnaval Imaterial da Bahia. 

Vale lembrar que o livro é uma das cinco publicações do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) sobre patrimônios intangíveis da Bahia estão disponíveis para download gratuito nos sites da autarquia estadual, www.ipac.ba.gov.br, e da Secretaria de Cultura (SecultBA), www.cultura.ba.gov.br. Ao acessar o site do IPAC, os interessados devem procurar o link downloads, que fica na barra superior da página principal do site oficial do instituto, buscar a sessão Cadernos do IPAC e escolher quais dos livros deseja. Os arquivos são obtidos em PDF (Portable Document Format) e podem ser salvos em qualquer microcomputador ou pen-drive.

Eles tiveram como objetivo maior a difusão de bens culturais imateriais do estado, cinco publicações do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC) sobre patrimônios intangíveis da Bahia já estão disponíveis para download gratuito nos sites da autarquia estadual, www.ipac.ba.gov.br, e da Secretaria de Cultura (SecultBA), www.cultura.ba.gov.br, assim como clicando nas capas dos livros abaixo relacionados.

Bloco Pramill 2013 - Esse sim que levanta

As vésperas de completa 07 anos o bloco PRAMILL mais uma vez estará fazendo a festa dos maragojipanos.

E no Sábado do Carnaval, dia 19 de fevereiro, às 19 horas, com concentração na Praça da promessa, PRAMILL e seus associados, assim como em todos os anos o Bloco PRAMILL que se guia no tema do Carnaval de Salvador, neste ano estaremos homenageando a Guitarra Baiana.  

PRAMILL– Uma trajetória de sucesso!

Irreverência, criatividade e um público que só tem um objetivo: a diversão. Considerado um dos blocos mais tradicionais do Carnaval de Maragojipe, O PRAMILL, existe desde o ano de 2006. O bloco, que causa uma verdadeira euforia nas pessoas quando passa nas principais ruas, reúne uma legião de foliões fiéis que protagonizam a alegria durante todo o percurso.

O PRAMILL tem como tradição e história da maior festa popular do mundo. Com 100% dos foliões MASCULINOS, dando estilo e alegria aos Maragojipanos, ele se destaca pelos (ABADÁ E ACESSORIOS) que, a cada ano, gera expectativa no público e na mídia que aguardam ansiosos pela definição do tema.

Fundado pelos diretores e o nome tirado pela uma brincadeira de alguns amigos, mais conhecido como BINHO DO PRAMILL, o bloco ‘O PRAMILL’ começou a sua história de uma forma inusitada. Após a morte deste amigo os diretores trazem o bloco com garra e sempre homenageando.

No início, a irreverência e a decisão de só sair homens, causou muita polêmica, mas, ainda assim, a procura pelos seus abadas e acessórios, crescia de um Carnaval para o outro. No cenário do Carnaval Maragojipano, o bloco ‘O PRAMILL’ é um dos poucos que acompanham a evolução musical sem perder a essência.

Responsáveis do bloco PRAMILL:
LEO DO BAR / /MARCELO / NINO E VAL MAÔZINHA
Maiores informações: 071 99438408

Maragogipanos festejam o Grito de Carnaval 2013


No final da tarde do dia 03 de fevereiro, maragogipanos foram as ruas ao som da charanga da AMMA festejar o grito de Carnaval de Maragogipe. Caretas, mascarados, fantasias, crianças, jovens, adultos e até cadeirantes acompanharam o cortejo que percorreu as principais ruas da cidade de Maragogipe.


A concentração ocorreu na praça Conselheiro Antonio Rebouças, passou pela Praça da Matriz e do Areal, seguindo para a Enseada, Caijá, Porto e Praça. Alguns maragogipanos que estavam em suas casas saiam para ver o cortejo passar.

Carnaval chegou e acontecerá na próxima semana. Não percam!

Confiram mais fotos no FACEBOOK do CARNAVAL DE MARAGOGIPE

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Bloco Cry Happy fará a festa na segunda-feira do Carnaval de Maragogipe


Quer brincar o carnaval com seu filho em um ambiente seguro, muito animado e com muita gente bonita? Então venha pro Bloco Cry Happy.

O bloco Cry Happy concentrará no bairro do Areal, na segunda-feira do Carnaval de Maragogipe, dia 11 de fevereiro, às 16h, com toda a animação de Tatay e convidados.

Kit da Criança contém: camisa, sacola, boné e squeeze 35,00.
Kit de Adulto contém: camisa, água e refrigerante 25,00.

Não fique fora dessa! Venha logo buscar os seus Kits que estão à venda na sede do Bloco e na loja Dy Nara.

Organização: Professora Cessa

Obs.: Kits são vendidos apenas no dinheiro.

sábado, 2 de fevereiro de 2013

Bloco dos Mascarados antecipará festejos do Carnaval de Maragogipe 2013

Tudo pela beleza das máscaras, pela manutenção da tradição que nos contemplou com um título imaterial do  Estado da Bahia. É assim que os maragogipanos manifestam o seu desejo pela festa mais atraente, mais entusiasta, mais bela da cidade de Maragogipe.

Pois bem, com o objetivo de antecipar festejos carnavalescos, para com isso, aumentar os dias em que os mascarados desfilam pelas ruas maragogipanas, Éder Pereira e amigos criaram o "Bloco dos Mascarados Tradicionais de Maragogipe" e para participar, qualquer folião precisa apenas vestir as tradicionais mascaras de chifre e/ou pierrô, tanto antigas como atuais, e se direcionar ao Bairro do Caijá, às 14 horas, no sábado, dia 09 de fevereiro, e o mais importante, sem custo nenhum, somente pelo prazer de animar o carnaval de Maragogipe.

Então fique atento e preparado para a mais bela das festas. O Carnaval de Maragogipe está chegando. Vamos nos divertir! Vamos festejar!!

Quem quiser saber mais detalhes, basta entrar em contato com Éder Pereira através do seu facebook (Clique AQUI).