Maragojipe canta seus filhos

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Carnaval de Maragojipe vai dar a volta ao mundo através do National Geographic

A equipe do National Geographic chegou cedo e ansiosa para saber um pouco mais sobre o nosso Carnaval. Ao passear pela cidade, eles perceberam que Maragojipe é muito mais que uma terra festeira. Nosso casario, a quantidade de recursos naturais e o artesanato também chamaram a atenção do grupo.


Mas essa época do ano, uma das tradições mais latentes sem dúvida atrai olhares estrangeiros curiosos. O carnaval dos caretas, da tradição, da valorização da cultura e da perpetuação desse bem imaterial é como ouro pra quem vem de fora e nunca viu nada igual.

É por isso que essa equipe, através da sugestão de Conor O’Sullivan, empresário irlandês que mora em Salvador, atracou em nossas terras. Conor disse que sugeriu Maragojipe porque nosso Carnaval é único, portanto, vale a pena ser registrado.

Mas a idéia inicial não é de mostrar apenas a festa. Para eles, é importante também conhecer o fomento do Carnaval. Como ele é feito, de que mãos ele surge e os bastidores dessa linda festa.

Por isso eles visitaram seu Edemilson Pereira, artesão. Ele produz máscaras decorativas que podem servir tanto para enfeitar sua casa, quanto para desfilar no carnaval.

A equipe ficou encantada e levou três pra casa, levando também o talento de Seu Edemilson para outros países.

O material produzido aqui vai ser divulgado num programa de rádio da rede NatGeo e numa revista de viagens do canal.

Betty Hudson, vice-presidente da National Geographic, disse que os maragojipanos têm que cuidar desse patrimônio cultural. Para o marido e colega de trabalho Boyd Matson, que apresenta um programa de rádio da rede NatGeo, esse é nosso maior tesouro.

Um bom começo, para quem está entrando na mídia mundial pela porta da frente, afinal a equipe garantiu que a expectativa de um documentário específico sobre a cidade, história, religião e festa, não está descartada.

Ascom / Maragojipe