Maragojipe canta seus filhos

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Mascarados de Maragogipe participam do Fuzuê, em Salvador


Quem duvida que já é Carnaval na cidade, acorda pra ver a programação do fim de semana. Além do Fuzuê, que abre a pré-folia no sábado, com participação dos Mascarados de Maragogipe, que estão participando por causa de uma ação da ACAMMPOM (Associação de Caretas, Mascarados e Manifestações Populares de Maragogipe)

No dia seguinte tem o Furdunço com mais de 30 atrações gratuitas, no Circuito Orlando Tapajós. O novo trajeto segue o circuito Barra-Ondina no sentido inverso, ou seja, do Clube Espanhol até o Farol da Barra.

O pré-Carnaval do folião no Furdunço começa às 15h, com direito a Carlinhos Brown com a Caetanave, a Fobica do grupo Armandinho, Dodô e Osmar e o minitrio da banda BaianaSystem. Tem, ainda, o axé de Durval Lelys e do Alavontê, o reggae da Adão Negro, o Micro Trio de Ivan Huol, o samba do Batifun, a percussão do Quabales e por aí vai...

Quem abre o Furdunço é Carlinhos Brown, com o projeto CarnaClássico - Vou Curtir a Rua, que dialoga com o tema do Carnaval deste ano: Vem Curtir a Rua. “A Bahia dialoga com as demais cidades do país nesse momento em que as músicas instrumentais invadem as ruas. O Carnaval baiano retoma também suas origens com a junção das guitarras baianas e traz as marchinhas elétricas”, destaca Brown.

Já a banda BaianaSystem encerra a programação feita para pular que nem pipoca, com repertório de sucessos e prévias do novo disco previsto para março. “Fico muito feliz, não me vejo em outro processo senão solto no mar, esse mar de gente, no nosso Navio Pirata”, afirma Russo Passapusso, 33 anos, vocalista da banda.

Criado em 2014, o Furdunço se consolidou como uma prévia do Carnaval. A ideia, segundo o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington, responsável pelo evento, é criar mais um atrativo para que “turistas antecipem sua chegada à cidade e os soteropolitanos tenham um motivo a mais para adiarem sua saída”.

“Tem esse duplo benefício de estímulo para reter as pessoas na cidade. Isso não é só uma grande brincadeira, tem todo um contexto econômico”, acrescenta Isaac Edington, que também ressalta o caráter intimista do evento. “É aquela bagunça organizada, sem corda, onde o folião tem contato mais próximo com o artista”, analisa a festa que se repete na sexta, dia 5, no Campo Grande, para quem quiser curtir a rua.

Circuito Orlando Tapajós: do Clube Espanhol ao Farol da Barra. Domingo, a partir das 14h.

CONFIRA PROGRAMAÇÃO COMPLETA

FUZUÊ
Ganhadeiras de Itapoan e baianas
Pierrot de Plataforma
Paroano Sai Milhó
Bloco Jacu/Barão
Bloco Sako Xeio
Mascarados de Maragogipe
Afoxé Korin Efan
Bloco travestidos as Kuviteiras
Os Mutantes
Commanches do Pelô

FURDUNÇO - BARRA
Oficina de Frevos e Dobrados
Bonecões em Folia
Cia Danças e Folguedos
Bereguedê Transeunte
Bandaço Jurema
Clube dos Caretas
Quabales
Mega Power Trio
Fobica dos Irmãos Macêdo
Sylvia Patricia e tuk tuk sonoro
Fred Menendez e Rixô Elétrico
Nano Trio e Garâmpiola
Chico Gomes e Peixinho Elétrico
Baianafolia
Os Informais
Ceguêra de Nó
Grupo Só Samba de Roda
Alex da Costa e Coreto Elétrico
Wilson Café
Micro Trio Ivan Huol
Flor Serena e Rural Elétrica
Barkalôca - Durval Lelys
Amanda Santiago
Caetanave com Brown
Virgilio
Adão Negro
Grupo DO3 com orquestra de pandeiros
Samba de Farofa
Batifun
Vitrola Baiana
Os Marchistas
Carlos Pitta
Janela Brasileira
Alavonté
BaianaSystem

FURDUNÇO- CAMPO GRANDE
Oficina de frevos e dobrados
Bonecões em Folia
Cia Danças e Folguedos
Bandaço Jurema
Clube dos Caretas
Quabales
Bereguedê Transeunte
Paroano Sai Milhó
Mega Power Trio
Fred Menendez e Rixô Elétrico
Nano Trio e Garâmpiola
Chico Gomes e Peixinho Elétrico
Baianafolia
Os Informais
Geovanna Costa
Ceguêra de Nó
Grupo Só Samba de Roda
Alex da Costa e Coreto Elétrico
Micro Trio Ivan Huol
Adão Negro
Virgilio
Vitrola Baiana
Samba de Farofa
Triokê
Janela Brasileira
Batifun
Os Marchistas
Flor Serena e Rural elétrica
Rumpillezz
Alavontê
BaianaSystem